Dear Diary: Para onde eu iria se pudesse voar?

Acho que todo mundo já pensou, pelo menos uma vez, pra onde iria se pudesse voar.

Para um lugar onde eu me sentisse confortável comigo mesma, um lugar que eu pudesse ser eu mesma sem ter que ser uma versão diferente de mim pra cada pessoa que eu conheço. Um lugar que eu pudesse dizer o que eu quero sem pensar que alguém possa me julgar por dizer, vestir o que eu quero vestir ou não vestir. Um lugar que eu não precisasse arrumar meu cabelo ou passar maquiagem.

Para um lugar que eu pudesse fugir de todos os meus problemas sem que alguém venha me dizer “Mas você é nova demais para ter problemas” ou “Que tipo de problemas você tem se você não faz nada?”, ou até mesmo “Problemas? Que problemas? Você não sabe de nada da vida e me diz que tem problemas? Você não sabe o que é ter problemas”. Sim, eu sei o que é ter problemas, sim eu sou nova, mas isso não quer dizer nada. Cada um sabe o problema que tem e cada um sabe o lugar que iria para poder fugir de todos eles. Uma casa na praia, uma ilha deserta, um lugar bem escondido na serra, debaixo da cama ou até mesmo em cima dela coberta com um cobertor até a cabeça, deixando apenas uma fresta pra entrar ar.

Para um lugar quentinho, que me acolhesse como um abraço e me fizesse esquecer toda a maldade do mundo. Que me fizesse lembrar que nem tudo está perdido, que ainda há pessoas boas e que todas elas ainda sentem aquele amor incondicional por alguém ou por alguma coisa, algum animal… Um lugar em que o Sol batesse na minha pele e não me queimasse, um lugar que eu não precisaria usar óculos de sol para o olhar pro céu em um dia ensolarado.

Para um lugar frio e escuro, que botasse os meus pés no chão e me lembrasse que nada vem fácil, que me fizesse lutar para achar um lugar para me esquentar e me mostrasse que devo que agradecer por tudo o que tenho. Um lugar que me fizesse enfrentar os meus medos e as minhas indecisões, que me ajudasse a derrotar os monstros que vivem dentro de mim. Que mostrasse que nem todo mundo é sincero e honesto, que ainda existe maldade no mundo, mas que mesmo com isso tudo, ainda tem aquela luz no fim do túnel, com a cor de neve, branquinha e me levando pra longe disso tudo.

Para um lugar onde ele esteja e assim que eu chegasse ele me abraçasse e me fizesse sentir a melhor pessoa do mundo, que ele brigasse comigo me fazendo entender que eu estou errada e as coisas não são como eu quero que sejam. Pra um lugar que eu e ele pudéssemos sentar e olhar o pôr do Sol, com uma fogueira e marshmallows, Um lugar onde nós seriamos como Vênus e Marte, duas estrelas diferentes mas que se completam da melhor maneira possível.

Para um lugar que tenha música alta, por que se não tiver música alta não tem graça. E assim eu poderia dançar o tempo todo sem me preocupar a que horas eu tenho que ir pra casa. Dançar sem me importar se vai ter alguém me olhando ou não, me julgando por dançar esquisito ou não. Assumo, eu não sou uma das melhores dançarinas, mas e daí?! Eu danço pra mim, danço pra me divertir, danço pra me fazer feliz.

Para um lugar que eu possa ser livre, como um cavalo selvagem correndo numa floresta.

Para um lugar que me deixe feliz.

Para um lugar que eu sou feliz.

Para casa. ASSINATURA

Anúncios

4 comentários sobre “Dear Diary: Para onde eu iria se pudesse voar?

  1. Lolla disse:

    Nossa, eu nunca parei pra pensar para onde eu iria se pudesse voar hahahah acho que gostaria de visitar vários países e sempre poder voltar pra casa!
    Amei o que você escreveu!

    Beijos,
    rodoviadezenove.blogspot.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  2. Bruna Gomes disse:

    Caramba menina *-*
    Que texto incrível *-*
    Eu sempre quis fugir do mundo. Ir para onde eu pudesse enfim ser feliz. Um lugar onde não me comparariam com ninguém. Onde não me diriam que não sirvo pra nada. E eu achei esse lugar onde eu menos imaginava. No meu melhor amigo, que hoje é meu namorado. Cada vez que me sinto sozinha eu sei para onde eu posso correr pois ele estará de braços abertos para me proteger.

    http://brucgomes.blogspot.com/

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s